Vue-router

A característica mais marcante de uma Single Page Application é a velocidade. Os elementos de interface já estão presentes e quando sua estrutura de servidor é bem montada (web service para prover os dados), a sensação que o usuário tem ao usar a aplicação é a de que a ela está instalada no próprio computador, tão rápida que é a resposta.

Um componente essencial de uma SPA é o Router que é responsável por mostrar/esconder um ou mais elementos dependendo da URL que se acessa no browser. Esta é sua única responsabilidade, o que não significa que seja uma ferramenta simples!

Este artigo tem por objetivo mostrar como configurar o Vue-router: um add-on para o Vue.js, desenvolvido pela própria equipe de desenvolvimento do Vue e que se integra de forma nativa à sua aplicação.

Como aplicação exemplo será criado um novo projeto utilizando o Vue-cli, ferramenta de linha de comando que permite criar um esqueleto de projeto Vue. Caso nunca tenha visto sugiro ler o excelente artigo publicado por Daniel Schmitz neste mesmo blog.

Criação do Projeto

Assumindo que você já tenha todas as ferramentas instaladas (node.js, npm e vue-cli) basta estar numa pasta do sistema e executar vue init webpack-simple nome-do-projeto.

Após responder às 4 perguntas sobre o projeto, basta acessar a pasta com cd nome-do-projeto (substituindo nome-do-projeto pelo nome que você tenha escolhido, claro) e executar npm install. Ao final da instalação, é preciso instalar o Vue-router, pois este não é instalado por padrão na criação do projeto com o Vue-cli: npm install --save-dev vue-router.

Todos os arquivos ficarão armazenados na pasta /node_modules e estarão a disposição dos seus arquivos do projeto para import

Ao abrir no seu editor predileto o arquivo /src/main.js você verá a estrutura básica de um Vue object:

import Vue from 'vue'  
import App from './App.vue'

new Vue({  
  el: 'body',
  components: { App }
})

Preste atenção em App pois este será nosso componente pai de todos os demais componentes que venham a fazer parte de nossa aplicação.

Configuração do Vue-router

Antes de iniciarmos a configuração, precisamos de pelo menos 2 componentes para haver alguma navegação. Assim, basta criar na pasta /src ComponenteA.vue e ComponenteB.vue. Em cada um deles basta adicionar um trecho HTML que os diferencie:

<template>  
    <h1>Componente A</h1>
</template>  
<template>  
    <h1>Componente B</h1>
</template>  

Agora, voltando ao /src/main.js iniciaremos a configuração do Vue-router:

import Vue from 'vue'  
import VueRouter from 'vue-router' // << aqui  
import App from './App.vue'

Vue.use(VueRouter) // << e aqui

new Vue({  
  el: 'body',
  components: { App }
})

Neste ponto apenas importamos o Vue-router diretamente da pasta node_modules e notificamos o Vue de sua presença.

Agora, importaremos ambos os componentes que farão parte da aplicação...

import Vue from 'vue'  
import VueRouter from 'vue-router'  
import App from './App.vue'  
import ComponenteA from './ComponenteA.vue'  
import ComponenteB from './ComponenteB.vue'

Vue.use(VueRouter)

new Vue({  
  el: 'body',
  components: { App }
})

... e então partimos para a configuração do router:

...
Vue.use(VueRouter)

const router = new VueRouter()

router.map({  
    '/componente-a': {
        component: ComponentA
    },
    '/componente-b': {
        component: ComponentB
    },
})

new Vue({  
...

Dentro do objeto passado para o método map() mapeamos as URLs aos componentes a serem mostrados. Agora, precisamos adaptar nosso App.vue para que receba o componente indicado pela URL em seu corpo e o exiba:

Remova tudo o que o Vue-cli tiver colocado em App.vue e adicione o HTML abaixo:

<template>  
    <div>
        <router-view></router-view>
    </div>
</template>  

A tag especial <router-view> trazida pelo Vue-router será o local onde os componentes mapeados serão adicionados. Nada impede que você adicione outros elementos HTML ao App.vue. Por exemplo: uma barra de navegação na sua aplicação pode ser adicionada ali!

O último passo é substituir a criação do Vue object pelo router.start(). Esta parte costuma confundir os iniciantes, pois a criação do Vue object passa a ser feita de forma implícita pelo Vue-router:

...

router.map({  
    '/componente-a': {
        component: ComponentA
    },
    '/componente-b': {
        component: ComponentB
    },
})

router.start(App, '#container')  
...

Perceba que o método start() associa o componente principal da aplicação (o que contém a tag <router-view>) a um elemento do DOM. Onde está este elemento? Ainda não existe mas será agora criado em /index.html:

<!DOCTYPE html>  
<html lang="en">  
  <head>
    <meta charset="utf-8">
    <title>route</title>
  </head>
  <body>
    <div id="container">
        <router-view></router-view>
    </div>
    <script src="dist/build.js"></script>
  </body>
</html>  

Perceba o div de id container. Dentro dele também há um <router-view> e esta é a manha para que se possa usar um componente .vue como inicializador do Vue-router. Na documentação oficial se pede para que se crie um componente Vue genérico com esta finalidade. Mas isso não é necessário e você pode continuar usando a estrutura que está acostumado.

Veja abaixo o arquivo main.js completo:

import Vue from 'vue'  
import VueRouter from 'vue-router'  
import App from './App.vue'  
import ComponenteA from './ComponenteA.vue'  
import ComponenteB from './ComponenteB.vue'

Vue.use(VueRouter)

const router = new VueRouter()

router.map({  
    '/componente-a': {
        component: ComponentA
    },
    '/componente-b': {
        component: ComponentB
    },
})

router.start(App, '#container')  

Para finalizar basta voltar ao terminal e executar npm run dev e então, no seu browser predileto, acessar http://localhost:8080/#!/componente-a e http://localhost:8080/#!/componente-b.

Este é apenas um setup inicial básico e para uma aplicação real esta configuração será armazenada numa pasta dedicada a ela. Isso por que a quantidade de rotas pode crescer de forma indefinida, dependendo de quantos componentes e quantas funcionalidades sua aplicação tiver.

Por fim, o link para a documentação oficial do Vue-router: http://router.vuejs.org/en/index.html.